Contribuição da ACM na criação da Cruz Vermelha

Conheça um pouco mais desta história.

HENRY DUNANT E A CONTRIBUIÇÃO DA ACM NA CRIAÇÃO DA CRUZ VERMELHA INTERNACIONAL

Dunnant

Henry Dunnant nasceu em 8 de maio de 1828 em Genebra, Suíça. Dunnant participou ativamente na fundação da Aliança Mundial das ACMs, em Londres. Em 1855, sugeriu a fundação da Associação Mundial da Aliança Universal das Uniões Cristãs de Jovens, cujos delegados se reuniam, a cada ano, em um país diferente. A primeira destas conferências aconteceu em Paris, França, em agosto de 1855. Dunant deu importantes contribuições para o movimento acemista, e foi um dos principais autores do documento base da ACM. No mesmo período, se horrorizou ao ver as péssimas condições sanitárias militares e a agonia dos feridos durante a batalha de Solferino (Itália) que envolveu Franceses e Austríacos.

Depois de numerosos esforços, em 1864 conseguiu unir as bases da Cruz Vermelha, em Genebra, junto com representantes de 17 países. Uma entidade de auxílio para os feridos de guerra. Seus esforços ajudaram também a criar a Conferência de Genebra (em 1863) e depois a Convenção de Genebra (em 1864). Em 1901 recebeu o primeiro Prêmio Nobel da Paz por esses esforços humanitários.

Jean Henri Dunnant faleceu em 1910, aos 82 anos.

QUER MAIS INFORMAÇÕES?

Entre em contato conosco para receber um atendimento personalizado.

Se preferir, ligue para (51) 3213.6000.