Como melhorar a interpretação de texto?

Ler e saber interpretar têm se mostrado algumas das grandes dificuldades dos brasileiros atualmente. Segundo estudos, felizmente a taxa de analfabetismo no Brasil caiu de 12% para 4%, nos últimos 15 anos. Porém, outro dado preocupa: 73% sabem ler e escrever, mas 65% destes têm algum nível de dificuldade. Olhando para os jovens, segundo dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, apenas 49% possuem capacidade considerada ideal de leitura e interpretação. Mas afinal, há como melhorar este panorama?

A interpretação é muito necessária, e o uso adequado do idioma também é fundamental em nossas vidas profissionais. Débora Guedes, professora de português do Colégio ACM, reitera que a interpretação é mais do que uma via de mão única. “Interpretar vai muito além de um texto, pois interpretamos em todos os momentos do nosso dia. Interpretamos uma imagem, a fala e os gestos de uma pessoa; tudo o quê está a nossa volta”, afirma.

E isso aproxima muito leitura e interpretação. A professora destaca que estas duas andam juntas, além de dar dicas de como é possível melhorá-las: “Devemos dialogar com o texto para que haja a interpretação. Portanto, antes de iniciarmos a leitura do texto propriamente dito, podemos fazer algumas leituras anteriores, por exemplo: analisar o título, o autor, o ano e local de publicação. Averiguando esses elementos podemos tornar o nosso diálogo e, por consequência, a interpretação mais precisos e completos”.

No Colégio ACM, buscamos transmitir a nossos alunos o gosto pela leitura como um hábito diário. E isso pode ser feito identificando as preferências de livros de cada um, estimulando dicas de leituras e troca entre amigos, além de buscar uma inspiração ou adaptação do livro, a fim de torná-lo mais entendível, incluindo leituras de histórias, teatro de fantoches e estimulação lúdica da leitura desde a tenra idade. Todo este processo contribui para a melhora da interpretação de texto e vai desencadear em um jovem preparado para fazer o bom uso da língua portuguesa!

Gostou?

Compartilhe essa notícia com seus amigos.

Tweetar