Assistir à cooperação entre pescadores e botos é uma opção de lazer para quem se hospeda na ACM Tramandaí

Pescadores e botos trabalham em conjunto na coleta de peixes e atraem atenção de turistas. Tramandaí é um dos únicos locais do mundo onde isso acontece

Quem garante reserva em uma dos sobrados da ACM Tramandaí terá, além da ampla área de lazer e descanso oferecida pelo local, a oportunidade de perto um raro fenômeno raro de interação entre pessoas e animais marinhos. É a chamada Pesca Cooperativa: uma “trabalho em conjunto” feito pelos pescadores e os botos que usam a barra do rio Tramandaí como parte do seu habitat.

Funciona assim, os botos perseguem os cardumes de tainhas e os empurra em direção à margem da barra. Neste momento, os pescadores jogam as redes e os peixes. Os botos, além levar os peixes para a parte mais rasa, ainda sinalizam com o focinho o momento exato de fazer a pesca. Segundo especialistas, esse fenômeno ocorre desde os anos de 1960 e os conhecimentos são passados de geração para geração.

A cooperação chama a atenção de moradores e turistas. É possível colocar uma cadeira e contemplar nitidamente o trabalho de pescadores e botos. Portando, quem faz uma reserva na ACM Tramandaí pode ter a oportunidade de ver com os próprios olhos uma interação que só ocorro em Tramandaí e na Barra de Laguna, em Santa Catarina.

Faça sua reserva na ACM Tramandaí e conheça de perto esse lindo fenômeno. Basta clicar neste link do WhatsApp e iniciar a conversa informando os dias das quais deseja fazer a reserva. Você também pode ligar diretamente para o número (51) 3213-6013 e garantir seu espaço por telefone.