Jantar celebra 45 anos do Cemitério Ecumênico João XXIII

Na última quinta-feira, dia 27 de abril, o Cemitério Ecumênico João XXIII completou 45 anos de serviços à comunidade, recebendo colaboradores, voluntários e parceiros para um jantar de confraternização.

Realizado no Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana, o jantar contou com a presença de voluntários e colaboradores da Associação Cristã de Moços do Rio Grande do Sul, proprietária e administradora do Cemitério, da equipe executiva do Cemitério João XXIII, de Gerci Perrone Fernandes, Presidente da Associação Sulbrasileira de Cemitérios (ASBRACE), de Paulo Valentim Saldanha, Presidente da Comissão Municipal de Serviços Funerários de Porto Alegre, de Carlos Alberto Graeff, Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Funerários do RS, além de representantes dos cemitérios e funerárias Angelus, Majewski, Medianeira, Porto Alegrense, Previr, Reunidas, São Pedro, Carvalho (Gravataí), Padre Réus (Canoas), São Cristóvão (Canoas) e Cemitério e Crematório Ecumênico Parque das Araucárias (Canela – integrante do Grupo João XXIII).

Na atividade, os convidados participaram das celebrações do aniversário do João XXIII, incluindo as palavras de Marcio Fernandes Rolim, executivo da Área de Necrópole da ACM-RS, e Wilton Pinto Araújo, Presidente do Conselho da Área de Necrópole e 2º Vice Presidente da Associação Cristã de Moços do RS, além do jantar, de uma exposição sobre a ACM-RS, de uma homenagem do Cemitério Parque das Araucárias, da entrega de reconhecimento aos colaboradores do João XXIII que realizaram um espetáculo de teatro na semana da Páscoa e do brinde de encerramento.

Inaugurado em 1972, o Cemitério Ecumênico João XXIII pauta sua atuação na qualidade nos processos, nas relações de trabalho e nos serviços prestados (sendo o primeiro cemitério do Brasil a receber um Prêmio de Qualidade), na parceria com as empresas do mercado funerário gaúcho, na responsabilidade social (através do apoio financeiro aos projetos sociais da ACM-RS, que realizam mais de um milhão de atendimentos todos os anos, beneficiando especialmente crianças e jovens) e no respeito às famílias e reverência e à memória daqueles que ajudaram a construir nossa história.

O jantar foi organizado pelos colaboradores Carlos Augusto Rodrigues, Daniela Segóvia, Marci Knewitz, Marilene da Silva e Rogerio Pereira, com o apoio da voluntária Maria Inês Ribeiro Schultz, coordenadora da Comissão de Eventos e Memorial Acemista.