Filme “A Alma na Máquina”, sobre a vida de George Williams, emociona espectadores no Capitólio

A magia do cinema finalmente se uniu à história, ao legado e aos ensinamentos do fundador da ACM, o inglês George Williams. Na tarde de ontem, representantes da comunidade acemista gaúcha lotaram a Cinemateca Capitólio – a mais tradicional sala de cinema de Porto Alegre, construída em 1928 – para uma exibição especial do filme “A Alma na Máquina”, que retrata a vida do criador de nossa instituição.

A obra cinematográfica – uma iniciativa da ACM da Inglaterra, em parceria com a companhia teatral Saltmine Trust – foi baseada a partir de registros históricos, documentos e discursos, e retrata momentos determinantes da vida de George Williams, que resultaram na criação e na ascensão mundial da ACM. É, enfim, a história de um menino do campo, que partiu para a cidade grande visando encontrar seu lugar no mundo e, no caminho, acabou mudando a vida de incontáveis jovens e famílias ao redor do planeta.

Como é tradição, o evento começou com um belo devocional, ministrado pelo coordenador da área de Esportes e Lazer da ACM-RS, Márcio Paschoal Coelho Gonçalves. Em seguida, o presidente da instituição, Wilton Pinto de Araújo, saudou os presentes e deu início à sessão. Após o filme, um grupo de acemistas célebres se reuniu no palco para um debate sobre o filme e a missão da ACM nos dias de hoje. Além do presidente Wilton Araújo, participaram o ex-prefeito de Porto Alegre José Fortunatti, a imortal da Academia Brasileira de Letras Ana Pregardier, o publicitário Saul Duque e o coordenador de Comunicação e Marketing da ACM-RS Diego Volkart.

Por fim, o secretário-geral José Ricardo Calza Caporal fez um discurso de encerramento, dando fim ao encontro. Estiveram presentes voluntários e colaboradores da instituição, alunos e jovens líderes das unidades Colégio ACM, ACM Esportes Centro, ACM Cruzeiro do Sul, ACM Morro Santana e ACM Vila Restinga Olímpica, além de outros convidados e parceiros da comunidade acemista.